Aug 04, 2020
Marginal
Posted by Cristina Carvalho

Um dia, quando ela, a minha sogra, se preparava para ir para a praia com o seu belo fato de banho preto com rosas verdes e saiote compreensivo e vestida por cima com um vestido pr prio de ir para a praia, cal ada com sand lias brancas de salto alto pr prias para ir para a praia e um chap u de pano cheio de flores coladas, tamb m de pano, pr prio para ir para a praia e unsUm dia, quando ela, a minha sogra, se preparava para ir para a praia com o seu belo fato de banho preto com rosas verdes e saiote compreensivo e vestida por cima com um vestido pr prio de ir para a praia, cal ada com sand lias brancas de salto alto pr prias para ir para a praia e um chap u de pano cheio de flores coladas, tamb m de pano, pr prio para ir para a praia e uns grandes culos escuros, perguntei lhe Gosta desse seu fato de banho Gosta mesmo Da saiazinha a tapar as pernas e o desenho do rabo Ela parou entre portas, tirou os culos escuros e olhou para mim com o ar mais triste deste mundo e, com a boca praticamente fechada, murmurou qualquer coisa parecida com isto Sabes o que que eu gostava mesmo Era de me enterrar completamente nua na areia e sentir a areia h mida nas pernas, que me chegasse at s coxas, at s ancas e que eu me deixasse enterrar tanto e tanto e tanto que pudesse desaparecer para nunca mais ser vista Isto disse a minha sogra entre portas E saiu.Uma mulher e um achado assombroso que revela instant neos de uma juventude enterrada na rotina dos dias Um passado vivido ao longo dessa emblem tica estrada que liga a dourada sociedade da Linha de Cascais cidade de Lisboa Onde come a a margem e termina o dever ser para uma jovem portuguesa, nas d cadas de 50 a 70 do s culo passado Pode uma d zia de imagens de um passado rebelde abalar a calma de um presente sem cor Uma vez mais, a voz liter ria de Cristina Carvalho arrasta nos para um territ rio humano que n o se rende s conveni ncias, nem s evid ncias Uma voz sempre aberta ao inesperado e que nos surpreende a cada hist ria para a qual nos convida a entrar.

  • Title: Marginal
  • Author: Cristina Carvalho
  • ISBN: 9789896573607
  • Page: 468
  • Format: Paperback
  • Marginal Um dia quando ela a minha sogra se preparava para ir para a praia com o seu belo fato de banho preto com rosas verdes e saiote compreensivo e vestida por cima com um vestido pr prio de ir para a pr

    Sofia Teixeira

    Marginal a minha obra de estreia na escrita de Cristina Carvalho Confesso que peguei neste livro por impulso J tinha outra obra iniciada, mas por vezes d me destas coisas e pura e simplesmente n o consigo resistir A verdade que a leitura rapidamente me prendeu e mesmo com o meu tempo todo contado ao minuto, em dois dias, entre viagens de comboio e de metro, ficou conclu da.A narrativa come a com a descoberta de uns negativos de fotografias por uma rapariga junto a uns caixotes do lixo perto da s [...]


    António Ganhão

    Este livro da Cristina Carvalho abre com um aviso A revolu o, n o fui eu que a fiz Nem fui eu que inventei a palavra senha, nem fui eu que a atirei ao ar importante fazer essa ressalva, mesmo que seja em tom casual Sempre que uma mulher se liberta existe uma revolu o, mas esta, a do 25 de Abril, foi apenas uma coincid ncia no tempo ou talvez n o.Este um universo feminino Uma certa maldade de se esperar.o texto integral no PNet



    • [☆ Marginal || ☆ PDF Read by ✓ Cristina Carvalho]
      468 Cristina Carvalho
    • thumbnail Title: [☆ Marginal || ☆ PDF Read by ✓ Cristina Carvalho]
      Posted by:Cristina Carvalho
      Published :2020-05-14T22:40:02+00:00